12 de junho de 2012

Especial: Dia dos namorados

Escrito por Rafael Leite

Mais um casal apaixonado... Será?
Ah, o dia dos namorados... Quantos casais nas ruas hoje, comemorando seu dia, trocando presentes e beijos... Mas será que existe amor entre esses casais? Muita gente por aí não ama, engana. Muitos casais vivem de mentiras, e realmente não sei por que estar juntos. Namorar não quer dizer amar, hoje em dia, e isso é um problema. Para que namorar se não há amor? Afinal, o que é o namorar hoje em dia? O que é o amor?
Pra começar, um erro é que hoje em dia todo mundo diz “te amo” para qualquer um. Como rola pela rede, as pessoas substituíram o “oi” pelo “te amo”. Todo mundo ama todo mundo! E aí pode estar a base dos problemas: se todo mundo ama, como saber que está amando DE VERDADE a pessoa que está namorando? E como ser fiel a alguém que você não ama se pode aparecer alguém que você realmente ama? Ah, o amor é complicado demais. E ninguém o entende. Muito menos os casais que se dizem apaixonados... E só se dizem. Se eles são felizes? Bem, provavelmente que não.
E você que está chorando por estar sozinho nesse dia dos namorados, pense bem... É melhor estar sozinho do que com alguém que você não ama. Não tenha pressa para namorar, não escolha qualquer pessoa. Tenha certeza sobre quem você ama e corre atrás dela! Mas de quem você realmente ama...
Feliz dia dos namorados. Para os casais que realmente se amam.

11 de junho de 2012

Consciência Seca

Escrito por Rafael Leite

Acidente no RS em 13/01/2012 provocado por motorista embriagado

No Brasil, boa parte dos acidentes automobilísticos são causados por motoristas embriagados, mesmo com a “Lei Seca”, que proíbe motoristas de dirigir com mais de 0,2 gramas de álcool por litro de sangue, sob pena de R$957,00 de multa, apreensão do carro e da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Mesmo assim, o consumo de álcool continua de modo desenfreado por algumas pessoas, que não pensam nas consequências de tal excesso.
É necessário que os cidadãos tenham consciência das consequências de dirigir embriagado, mas infelizmente é bem difícil que todos tenham tal consciência. O problema não é beber, estaria tudo bem se a pessoa voltasse de taxi, por exemplo. E, mesmo com as diversas campanhas criadas pelo Governo Federal e pela lei criada contra a mistura de álcool e direção, pouca coisa mudou.
Uma forma de tentar conscientizar a maior parte da população é começar pela base, a escola. O consumo de bebidas alcoólicas causa perda dos reflexos, perda da noção de distâncias, dentre outros problemas que atrapalham uma direção segura. Isso tem de ser ensinado para as crianças, para que pelo menos os futuros motoristas tenham mais consciência do que os atuais sobre os riscos de dirigir alcoolizado e não dirijam nessas condições.
Álcool e direção não combinam e forma alguma. Quem sabe se isso for ensinado desde a pré-escola até a autoescola as pessoas (ou pelo menos a maior parte delas) parem de fazer a besteira de beber e depois dirigir? Pessoas inocentes não podem mais morrer por causa de motoristas irresponsáveis.

10 de junho de 2012

Sigam nosso Twitter!

Escrito por Igor Batalha

Já tem um tempinho que a gente ta com o twitter do Pense Grande mais nunca publicamos ele aqui no blog.
Então to postando o nosso twitter pra vocês poderem seguir e acompanhar o blog e suas atualizações, postagens novas, avisos entre outros.

Vamo seguir aê gente que a vamos seguir de volta!

https://twitter.com/#!/Pense_Grande

5 de junho de 2012

Valorização do autor.

Escrito por Igor Batalha



O assunto do post de hoje é mais sobre vocês leitores do Pense Grande e sua imensa importância para nos autores de muitos do textos aqui nesse espaço tão agradável de se postar.
Publicar suas idéias e opiniões é algo extremamente bom! Saber que as pessoas vem no seu blog e lêem seus textos, simpatizam com a coisa e as vezes até expõem sua opinião em um comentário é realmente muito prazeroso.
Então por isso estou aqui pra escrever sobre essa importância enorme de comentar as postagens, compartilhar sua idéia, sua sugestão e até mesmo uma critica desde que seja bem estruturada e com argumentos.
Toda vez que venho postar, fico durante umas duas semanas olhando o blog constantemente, de hora em hora, dia em dia, na esperança de ter um comentário a respeito daquilo que eu escrevi.
Eu sei que muita gente acessa nosso blog e realmente lê nossos textos, mais o negocio é que o indicie de comentários é bem baixo, uma vez ou outra aparece alguém expondo sua idéia ou elogio. Não falo isso com o intuito de status, mas sim de enriquecimento do texto, de encorajar quem nunca comentou a comentar também, interagir mais fisicamente com a coisa!
O comentário é a certeza maior que prova mais do que nunca que seu texto foi lido com cuidado, detalhadamente e assimilado, refletido, criticado. Sem falar na euforia imensa gerada ao autor. 
Não tenham vergonha de comentar o que pensam de qualquer postagem! O objetivo aqui é fazer a galera pensar, abrir a mente e claro que a contribuição de você aí que ta lendo esse texto agora é muito importante.
Vamo comentar aê sem dó e sem medo! Que com o tempo a galera entra na vibe!

Abraço a todos.