14 de maio de 2011

Perdendo tempo

Escrito por Rafael Leite
Segunda-feira, dia de sair de casa 06h30min e só chegar 18h30min... Ou não. Estou feliz, indo pra casa, quando vejo em minha frente aquele tanto de luzes vermelhas no meu caminho, na Av. do Contorno. E não, não são semáforos (ia ficar feliz se fosse só isso). São carros. Parados, sem fazer nenhum movimento, não maior que um metro, e só quando os semáforos abrem. Além de aguentar o calor dentro do ônibus e o barulho de crianças fazendo bagunça, tenho de aguentar buzinas a todo momento! Ainda bem que nenhuma sirene. Nesse trânsito, a ambulância nunca chegaria a tempo no hospital, não há por onde escapar!

A Copa do Mundo do Brasil está chegando. A maioria das cidades (ou em todas, quem sabe?!) que irão sediar os jogos sofrem o mesmo problema que passo hoje, passei ontem e vou passar amanhã. A fila de carros só aumenta... Se não houver um projeto para melhorar o trânsito no Brasil até 2014 (seja criando viadutos, aumentando ruas, ou melhorando o transporte público), o trânsito das cidades vai travar completamente. Imagine só quando houver jogo! Será um caos! Mesmo se não houver, regiões boêmias das cidades, proximidades de shoppings, zonas comerciais... Tudo vai parar! Se já está parado apenas com o trânsito de moradores, imagine só quando os gringos chegarem!

Tenho medo de 2014. Acho que o trânsito das cidades vai travar até antes disso, se os governantes não planejarem bem. Travar mesmo, ninguém mais vai conseguir andar, ficar, definitivamente, preso no trânsito!

Já me irrito com o trânsito de Belo Horizonte, imagino se morasse em São Paulo. Se existisse uma premiação com o Pior Trânsito do Brasil, São Paulo ganhava essa fácil! Boa sorte a quem lê essa crônica parado no trânsito de São Paulo, Belo Horizonte, ou qualquer outra cidade. Boa sorte a mim também, são 19 horas e não cheguei nem na metade do caminho... Até quando, senhores governantes? Quando vocês vão disponibilizar um transporte público de qualidade para as pessoas deixarem os carros em casa para chegarmos mais cedo em nosso destino? Até quando? Até quando?

0 comentários:

Postar um comentário