30 de novembro de 2010

Felicidade no mundo infeliz

Escrito por Rafael Leite
Existe uma diferença entre estar feliz e ser feliz. Estar feliz é momentâneo, passa rápido, e já ser feliz é alcançar realmente a felicidade. Felicidade? Eu não acredito nisso. Pelo menos não por enquanto.

Nunca vi ninguém na vida que é feliz, mas sim que apenas está feliz. Nesse mundo infeliz, nenhum infeliz consegue alcançar a felicidade, simplesmente porque as pessoas nunca lembram de momentos bons, parece até que eles não existem. Claro, são tantas infelicidades que nem temos tempo para registrar os bons momentos.

Não sei se é psicológico, alguns deles devem até me condenar por dizer algo assim sem consultar antes um Deus psicólogo, mas pergunto a eles: "Algum de vocês conhece a felicidade? A felicidade real, não um momento da sua vida em que você está feliz, e sim um estado de vida".

Para mim, a felicidade não pode ser momentânea, tem que ser contínua. Você pode estar triste, ficar feliz por algo, mas mesmo assim continuar triste, entendem o que eu quero dizer?

Como eu disse no início, estar feliz é diferente de ser feliz. O único jeito de sermos felizes é esquecendo os momentos infelizes. Como é possível esquecer as infelicidades no mundo em que vivemos?

4 comentários:

Felipe disse...

Acho que você está no caminho certo. Pelo menos por enquanto.

Não dá pra ser feliz, ou ter felicidade, sem antes você aceitar por completo quem você é e o mundo em que você vive.

É claro que é difícil aceitar situações que não nos agradam. Na verdade, é impossível.

Para mudar esta questão ou a gente muda o mundo, ou a gente muda a nossa forma de ver o mundo.

Funcionou comigo. Mas logo você percebe que você se sente solitário e ninguém compartilha mais dos seus valores. Nessa hora, as pessoas se afastam de você (ainda que você seja feliz e esteja em paz) porque elas ficam com um enorme medo disso.

*Ser feliz* num mundo que é *todo errado* é bem pertubador, na verdade.

Sãmela P. disse...

A felicidade na verdade é não se entregar quando estiver triste não é mesmo? Acho que entendi o que você quis dizer... Cada um conhece a sua felicidade , o jeito é se agarrar nela =)

"Felizes são aqueles que não vêem fronteiras para se expressar" .
Abçs

Anônimo disse...

Acredito que a tristeza seja tão ilusória quanto a felicidade. Um exemplo disso é que estava triste até pensar sobre o que comentar aqui, e a tristeza simplesmente sumiu.Claro, não estou feliz , estou "bem".Deve ser porque ao pensar sobre o assunto acabei esquecendo o motivo da tristeza.

Creio que ficamos "bem" quando enxergamos a possibilidade de encontrar uma saída pra o motivo de nossa momentânea tristeza, ou seja quando voltamos a ter alguma esperança. Talvez seja por termos esperança em algo é que as vezes nos sentimos felizes quando tudo parece estar errado. Então é sempre bom termos esperanças em coisas reais. Claro que a realidade está em eterna mudança o que não é possível agora será algum dia. Bem... Acho que viajei rsrs

Em fim. Seja qual for o sentimento; tristeza que dure para sempre ou felicidade eterna. Se alguém achar que sempre será triste ou feliz então... Tens problema!

Ps.:E se por acaso aquilo no qual tinha esperança não for como esperava, saiba que em relação a sentimentos tudo nunca é como esperamos, ou é melhor ou pior, se for pior tenta achar outra saída.

2ºPs.:Claro que meu comentário e baseado em minhas experiências de vida, que por sinal nem é lá essas coisas, talvez depois de mais algumas experiências de vida eu possa reafirmar ou discordar do que acabei de comentar.

Anônimo disse...

DEUS criou o homem tão perfeito que ele só pode ser feliz FAZENDO O BEM!

Postar um comentário